Guia de Sobrevivência da Educação Inovadora

Um livro prático com diversos olhares para apoiar você a fazer seu projeto ou trabalho em educação formal e não-formal continuar e crescer.

Quantos projetos educacionais que você conhece “morreram” no último ano? Pensando no desafio de continuidade e sustentabilidade de projetos realizados dentro e fora de sala de aula, lançamos o Guia de sobrevivência da educação inovadora.

Caio Dib elencou os dez principais desafios para que essa continuidade aconteça. “Dar aulas no ensino básico e superior, fazer um projeto em uma ONG ou até mesmo participar de um projeto paralelo já é bastante trabalhoso. Muitas vezes, não conseguimos dar tanta atenção à pontos que são muito importantes, como colaboração, registro e divulgação do projeto, negociação com tomadores de decisão e até mesmo financiamento”, conta.

Caindo no Brasil: uma viagem pela diversidade da educação

Está interessado em conhecer mais a educação brasileira que usa a criatividade para solucionar problemas e garantir que todos tenham o direito de aprender?

Uma ONG que trabalha com comunicação e educação no interior do Ceará, uma escola privada que desenvolve o pensamento crítico de jovens de Salvador, uma escola associativa que trabalha com cidadania na educação infantil e outras diversas histórias reais de pessoas e projetos que estão transformando o Brasil para melhor a partir da educação.

Caio Dib saiu do emprego e da cidade de São Paulo para conhecer as realidades brasileiras e as práticas educacionais inspiradoras. Foram 5 meses e meio de viagem, 17 mil quilômetros andados de ônibus, 58 cidades e muitas histórias e aprendizados para contar.

A obra conta sobre escolas, projetos e histórias de pessoas que estão fazendo a diferença na educação brasileira a partir de 13 iniciativas conhecidas por Caio durante a viagem pelo país.

Educação de Alma Brasileira

O livro Educação de Alma Brasileira levanta a questão: como seria a educação se fosse pensada a partir de nosso povo, nossa cultura e nossa história?”

A publicação explora momentos e experiências educacionais brasileiras. A partir de uma releitura sobre a alma de nosso povo, o livro oferece uma perspectiva histórica e sociológica para apoiar discussões e indicar caminhos. A obra aborda de Paulo Freire a Anália Franco. Da educação quilombola aos CEUs. Do modelo educacional não escolar dos povos originários aos atuais desafios de qualidade.

Os educadores e projetos educacionais apresentados no livro reconhecem essa força da alma brasileira. Eles rompem com uma educação estruturalmente instrucional para construir outras iniciativas. Elas têm em comum seu comprometimento com o reconhecimento das multiplicidades e diferenças entre nós.

Uma obra colaborativa

Educação de Alma Brasileira foi escrito por diversas pessoas que se inspiram na educação brasileira para mudar esse cenário. O projeto, de iniciativa da Vekante Educação e Cultura, teve apoio da Fundação SM, Instituto C&A e Itaú Social e em parceria com a Associação Cidade Escola Aprendiz.

Educação Reinventada: a tecnologia como catalisadora de uma nova escola

Como a tecnologia pode ser um instrumento para revolucionar as relações e os modelos de se ensinar e aprender em uma escola?

Escrito em 2012, pouco antes da viagem do Caindo no Brasil, o livro propõe uma reflexão sobre como jovens do ensino médio de escolas paulistanas fazem o uso da tecnologia no seu aprendizado.