Publicado em Deixe um comentário

8º Prêmio Instituto 3M para estudantes universitários

Foto de divulgação do Prêmio Instituto 3M
Foto de divulgação do Prêmio Instituto 3M
(Reprodução)

As inscrições do 8º Prêmio Instituto 3M para estudantes universitários foram prorrogadas! O Instituto 3M e a AlfaSol, gestora do Programa Universidade Solidária (UniSol), estão em busca de projetos sobre Tecnologia Social feito por estudantes de graduação no Brasil.

LEIA MAIS: Design Thinking e vida real: como aplicar a metodologia na sala de aula

O objetivo da iniciativa é reconhecer e apoiar tecnicamente a implementação de um projeto com foco no pilar da Tecnologia Social, com estímulo ao desenvolvimento tecnológico e na busca por soluções às problemáticas da sociedade.

O Prêmio quer apoiar o empreendedorismo de estudantes e também viabilizar soluções reais e de baixo custo que contribuam com o desenvolvimento de tecnologias sociais. Os estudantes devem considerar preferencialmente três áreas temáticas: meio ambiente, inclusão social e geração de trabalho e renda.

Sobre o Prêmio Instituto 3M

As propostas podem ser desenvolvidas individualmente ou em grupo. Após o encerramento do período de inscrições, serão selecionados seis finalistas. Eles contarão com orientações e formações para o desenvolvimento dos projetos e apresentação das ideias. Em novembro a ideia vencedora será divulgada.

VEJA TAMBÉM: Instituto Canoa oferece material com atividades de matemática alinhadas à BNCC

O vencedor receberá apoio técnico durante 12 meses e financeiro no valor total de até 50 mil reais para implementação da ideia. O objetivo é melhorar as condições de vida de um bairro, cidade ou do país, de forma simples e inovadora.

As inscrições vão até o dia 30 de setembro. Para conhecer projetos passados, basta acessar o site da AlfaSol. Para saber mais informações sobre as regras do prêmio e também se inscrever, basta clicar aqui.

Publicado em Deixe um comentário

7º Prêmio RBS de Educação no Rio Grande do Sul

7º Prêmio RBS de Educação no Rio Grande do Sul
7º Prêmio RBS de Educação no Rio Grande do Sul
(Reprodução)

Neste ano acontece a 7ª edição do Prêmio RBS de Educação. Desta vez, eles elaboraram algumas novidades na premiação e na plataforma: além de exemplos de projetos finalistas, eles vão disponibilizar um manual feito pelo CENPEC  de como escrever o relato do seu projeto. 

LEIA MAIS: Design Thinking e vida real: como aplicar a metodologia na sala de aula

Podem participar professores de escolas públicas e privadas que lecionem na Educação Básica, no ensino regular, EJA ou Sistema S de todo o Rio Grande do Sul.

Além do manual, eles vão ampliar a premiação em dinheiro para os educadores e também premiar as escolas vencedoras de 1º lugar, em cada categoria, com um acervo de 200 obras literárias. 

Prêmio RBS

  • 1º lugar: R$ 5 mil + 200 livros 
  • 2º lugar: R$ 3 mil
  • 3º lugar: R$ 2 mil
  • Finalistas: R$ 1 mil
  • Voto popular: R$ 1 mil + entrada para o Fronteiras do Pensamento 2020
  • Cinco menções honrosas: R$ 1mil cada.

As inscrições vão até o dia 12 de setembro. Acesse o site do Prêmio RBS para acessar o edital e saber mais informações.

Publicado em 1 comentário

Educação Empreendedora: conheça os projetos vencedores do Prêmio Sebrae Minas

Imagem com o fundo roxo e o texto "Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora"
(Reprodução)

No mês passado, foi realizado o evento de premiação dos vencedores do Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora, no Sebrae Minas. No “Exploratórium – Professores que inspiram”, foram conhecidas as melhores práticas de educação empreendedora do estado. Haviam quatro categorias: Ensino Fundamental, Médio, Profissional e Superior.

OLHA SÓ: Plataforma da Lúmina/UFRGS oferece 40 cursos online e gratuitos

Projeto “Ler é Crescer”

Em 1º lugar, na categoria Ensino Fundamental, ficou o projeto “Ler é Crescer”. Ele faz parte da Escola Estadual Coronel Filomeno Ribeiro, de Montes Claros/MG. Lá, eles desenvolveram a cultura da leitura com os alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Ao mesmo tempo, estimularam o desenvolvimento dos comportamentos empreendedores.

Projeto “Educação Empreendedora: Sonhos e Práticas”

VEJA TAMBÉM: Design Thinking: um guia de referências e inspirações

Já na categoria Ensino Médio, o 1º lugar foi para o projeto “Educação Empreendedora: Sonhos e Práticas”. Ele aconteceu na Escola Estadual Américo Martins, de Montes Claros/MG.  Foi construído um ambiente empreendedor na escola, com diversas atividades que resultaram na realização da 1ª Feira Empreendedora da Escola. Nesse encontro, foram criados 36 novos negócios. “Alguns alunos continuaram as empresas e outros planejam abrir o próprio negócio. O espírito empreendedor tomou conta da escola. E o desânimo e a falta de esperança e autoestima ficaram mais distantes dos nossos jovens”, ressalta Sande.

Projeto “Clube de Empreendedorismo”

No Ensino Profissional, o 1º lugar foi para o projeto “Clube de Empreendedorismo”. A iniciativa aconteceu no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais – Campus Muzambinho. O clube foi criado para promover eventos e experiências curriculares que inspirassem ações empreendedoras inovadoras nos cursos do instituto. Além disso, buscava criar oportunidades de vínculo entre empreendedores regionais e o campus, visando soluções para problemas locais e regionais. 

LEIA MAIS: Inovações Radicais na Educação Brasileira – Paulo Blikstein e Flávio Campos

Projeto “Educação 5.0: Surfando pelo futuro da Aprendizagem”

Por fim, na categoria Ensino Superior, o 1º lugar foi para o projeto “Educação 5.0: Surfando pelo futuro da Aprendizagem”. Ele aconteceu no Centro Universitário de Patos de Minas (Unipam). O projeto interdisciplinar uniu estudantes dos cursos de Pedagogia e Engenharia Elétrica. O desafio era desenvolver produtos educacionais a serem utilizados em oficinas pedagógicas na educação infantil. Desta forma, eles puderam refletir sobre como poderiam inovar e contribuir com a comunidade.

Educação Empreendedora

Os vencedores foram escolhidos a partir da análise dos relatos de casos apresentados pelos participantes durante a inscrição no prêmio. Eles irão representar Minas Gerais na etapa regional do certame, com a possibilidade de classificação para a etapa nacional da premiação.

Publicado em Deixe um comentário

Inscrições abertas para 9ª Edição do Prêmio Professor Rubens Murillo Marques

Imagem com o fundo branco e o texto "Prêmio Professor Rubens Murillo Marques - Icentivo a quem ensina a ensinar".
Imagem com o fundo branco e o texto "Prêmio Professor Rubens Murillo Marques - Icentivo a quem ensina a ensinar".

Até o dia 29 de julho, a Fundação Carlos Chagas (FCC) está com inscrições abertas para a 9ª Edição do Prêmio Professor Rubens Murillo Marques. O objetivo da ação é valorizar e divulgar grandes experiências realizadas por profissionais que atuam na formação inicial dos futuros professores da educação básica

LEIA MAIS: Formação continuada “Educação 4.0: Atualidades Educacionais” acontece em Niterói

Uma recente pesquisa da FCC e UNESCO indica que, entre os principais desafios da formação de professores, estão as elevadas taxas de evasão nos cursos de Pedagogia e Licenciaturas. Além disso, há também a baixa atratividade da carreira docente e o precário reconhecimento do formador como peça essencial nesse desenvolvimento.

Sobre o Prêmio Professor Rubens Murillo Marques

Além do reconhecimento aos trabalhos, três premiados serão gratificados com um prêmio de R$ 20 mil e um troféu. Uma das novidades da 9ª Edição é que poderão ser submetidos projetos desenvolvidos em 2018 e 2017.
A seleção dos vencedores será realizada por uma Comissão Julgadora. Ela é composta por especialistas na área da formação docente do projeto inscrito. Todos os trabalhos premiados nos anos anteriores podem ser consultados na Série TextosFCC. A publicação reúne dados e achados dos estudos e premiações realizados pelo DPE (Departamento de Pesquisas Educacionais) da FCC.

VEJA TAMBÉM: Inscrições para quarta edição do Programa Agentes de Governo Aberto

Cada professor poderá inscrever apenas um projeto com experiências realizadas e concluídas em 2017 e 2018. Premiados em edições anteriores não poderão participar. Mais informações estão no edital e regulamento do prêmio, disponíveis no portal da FCC.

As inscrições podem ser feitas no site da Fundação Carlos Chagas. Acesse o site da instituição para saber mais informações.

Publicado em Deixe um comentário

Últimos dias para as inscrições do Prêmio Desafio 2030

Prêmio Desafio 2030

São os últimos dias para as inscrições do prêmio “Desafio 2030 – Escolas Transformando nosso mundo”. Essa é uma iniciativa da Reconectta, junto com a Virada Sustentável, Instituto Akatu e Instituto 5 Elementos. Seu propósito é reconhecer o trabalho de instituições de Ensino Básico, através de projetos transformadores ligados aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Você sabe quais são eles? Olha só:

Prêmio Desafio 2030: imagem dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), onde cada objetivo está em um quadrado colorido diferente.

LEIA MAIS: Inscrições abertas para 2ª edição do Edital Elas Periféricas (SP)

Nesta 3ª edição, o prêmio será voltado a todas as escolas públicas e particulares de Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, EJA e Técnico em SP. As inscrições vão até o dia 16 de junho. A divulgação dos 3 finalistas por ciclo será no dia 12 de agosto. Saiba mais detalhes sobre o prêmio e inscrições no site do Desafio 2030.

Publicado em Deixe um comentário

Inscrições para o Prêmio “Maria da Penha vai à escola” (DF)

Fotografia das mãos de uma pessoa escrevendo com um lápis em uma folha de papel.
Fotografia das mãos de uma pessoa escrevendo com um lápis em uma folha de papel.
(Unsplash)

Até o dia 14 de junho estão abertas as inscrições para o Prêmio Maria da Penha vai à Escola. Essa é uma iniciativa do Núcleo Judiciário da Mulher do TJDFT, em parceria com os integrantes do Acordo de Cooperação Técnica do projeto Maria da Penha vai à Escola (MPVE).

LEIA MAIS: Escola como rede de conversas: Como desenvolver competências conversacionais?

A premiação é voltada para profissionais de educação da rede pública de ensino do Distrito Federal. O foco está em ações práticas relacionadas à prevenção e enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher.

OLHA SÓ: Jornada Pedagógica da Educação Infantil debate Currículo da Cidade

As melhores iniciativas serão replicadas em outras instituições escolares. A comissão é formada por 15 integrantes e haverá uma seleção inicial de 10 instituições. Destas, serão escolhidas três escolas vencedoras. Os julgadores também poderão conceder menções honrosas aos demais concorrentes. Os resultados de todas as fases do Prêmio serão divulgados no site do TJDFT.

A premiação está prevista para o dia 19 de agosto. Os gestores, educadores e professores podem apresentar trabalhos implementados individualmente ou em grupo. Para saber mais informações acesse o site da Secretaria de Estado de Educação. Saiba mais informações no edital.

Publicado em Deixe um comentário

Projeto recebe menção honrosa em prêmio da Fast Company

O projeto Área 21 desenvolve competências socioemocionais com jovens do ensino médio em situação de alta vulnerabilidade social. No entanto, nunca imaginou ganhar um prêmio internacional da Fast Company. A iniciativa trabalha a partir de metodologias de aprendizagem inovadoras baseadas em cultura maker, projetos, gamificação e design thinking.

A equipe se surpreendeu ao receber a notícia que a proposta desenvolvida na periferia de SP recebeu menção honrosa. Ao todo, mais de duas mil organizações se inscreveram para o World Changing Ideas 2019. Ao todo, foram 17 categorias com temáticas que abordavam tecnologia, criatividade e temas sociais. O prêmio da Fast Company contou com 17 vencedores, mais de 200 finalistas e cerca de 300 menções honrosas.

Fast Company homenageou projeto que trabalha com educação maker

O Instituto Tellus, com o projeto, foi a única instituição brasileira a receber uma menção honrosa na categoria Educação. Inaugurada em 2017, a Área21 incentiva os estudantes a propor soluções criativas para desafios reais trazidos pelos educadores do projeto. Para a resolução desses desafios, o laboratório maker oferece diversas ferramentas. Os jovens têm à disposição equipamentos de realidade virtual e aumentada, impressoras 3D, fresadora a laser, chroma key, entre outros.

Da periferia de SP para o prêmio da Fast Company em NY

Ao todo, em seus 2 anos de atuação, no Instituto Ana Rosa e no Centro Educacional Assistencial Profissionalizante (CEAP), ambos localizados em São Paulo, a Área 21 já impactou cerca de 1000 jovens. Para Lyna Malheiros, líder da Área 21, a menção honrosa é um importante reconhecimento da atuação do projeto em comunidades que têm em seu núcleo o desejo de mudar o mundo, mas que normalmente não têm as oportunidades para fazê-lo.

Área21 desenvolve competências socioemocionais com jovens da periferia de SP

“Os jovens dessas comunidades não são frequentemente incentivados a refletir sobre seu processo de aprendizagem. Eles também não têm a visão clara sobre sua capacidade de transformação na sociedade. O projeto Área21 traz para eles a oportunidade de desenvolver diversas competências. Isso fortalece autoestima e criatividade. Eles precisam disso para lidar com os desafios que o mundo do trabalho, a comunidade e a sociedade trazem. Esta conquista é bastante significativa para todos e, principalmente, para estes jovens”, comemora.

Publicado em Deixe um comentário

Festival recebe vídeos de alunos e professores sobre meio ambiente e cidadania

FIVAC

FIVAC - meio ambiente e cidadania

Ambiental. Adjetivo. Do ambiente; relacionado ou próprio do meio ambiente; refere-se ao que envolve o ser humano, os seres vivos e/ou as coisas: preservação ambiental.Educação Ambiental. Processos através dos quais uma pessoa e uma sociedade constroem valores sociais, comportamentos e conhecimentos que visam a conservação do meio ambiente.

LEIA MAIS: Livro compartilha 13 práticas que fazem diferença na educação brasileira

Dito isto, o FIVAC – Festival Intercolegial de Vídeo Ambiental e Cidadania divulga, exibe e premia curta-metragens de até 15 minutos produzidos por alunos e professores da rede Pública de Educação. Além disso, proporciona oficinas de capacitação na produção audiovisual com temática ambiental e cidadania.

As inscrições estão abertas até o dia 25 de novembro. Para participar da 9ª Edição do FIVAC, acesse o site do Festival e veja o edital, os últimos filmes vencedores e outras informações.

Publicado em Deixe um comentário

SP Open Challenge: Prefeitura de São Paulo premiará 5 Startups

Imagem de divulgação do SP OPEN CHALLENGE com algumas informações sobre a competição.

A SP Open Challenge é uma competição organizada pela Prefeitura de São Paulo. Seu objetivo é reconhecer soluções inovadoras que confrontam problemas da cidade e melhoram a qualidade de vida da população. Afinal, essa é a capital da inovação, com mais de 2 mil empreendedores de tecnologia, dezenas de aceleradoras e investidores. Nesse cenário, centenas de empreendedores buscam novas ideias para transformar a cidade num lugar melhor para se viver.

VEJA MAIS: Através de empresa júnior, universitários realizam projeto sustentável de gerenciamento de resíduos com hotel de ecoturismo

Para incentivar e inspirar novos empreendedores, a Prefeitura de São Paulo premiará 5 empreendedores de tecnologia, que já tenham suas soluções em operação, com reconhecimento oficial pelo impacto gerado pelas suas iniciativas. A iniciativa é inspirada pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Saiba mais!

Esses vencedores serão expostos no TECH’n’GOOD Summit, um dos eventos âncora da São Paulo Tech Week, que acontecerá no dia 24 de Novembro. Além disso, a prefeitura publicará no 465° aniversário da cidade um relatório com todas as soluções que participaram da competição.

As 5 áreas de interesse do prêmio são:

Imagem das cinco Categorias do SP OPEN CHALLENGE.

 As inscrições vão até o dia 7 de novembro. Saiba mais no site da SP Open Challenge.
Publicado em Deixe um comentário

Inscrições para o Prêmio Shell de Educação Científica estão abertas

Imagem de aproximadamente cinco jovens reunidos ao redor de uma mesa observando um experimento científico

Imagem de aproximadamente cinco jovens reunidos ao redor de uma mesa observando um experimento científico
(Pixabay)

As inscrições para a 5ª edição do Prêmio Shell de Educação Científica já estão abertas. Professores das áreas de Biologia, Física, Química, Ciências e Matemática podem participar com seus projetos. Os docentes precisam ser da rede pública de ensino do Rio de Janeiro e Espírito Santo  Os vencedores ganharão uma viagem à Inglaterra. Além disso, as escolas dos docentes serão premiadas com equipamentos educacionais.

Transformar a sala de aula

O prêmio busca o trabalho de professores do Ensino Médio e do Ensino Fundamental II que “desenvolvem métodos diferentes de ensinar, transformando as salas de aula em ambientes criativos e incentivando os alunos na pesquisa e busca do conhecimento científico”.

Os projetos dos inscritos serão avaliados por uma comissão. Ela irá selecionar os seis finalistas e os três vencedores de cada categoria. O regulamento da premiação pode ser conferido no site http://premioshelldeeducacaocientifica.com. As inscrições podem ser feitas até o dia 24 de setembro!

Post com resumo e modificações produzidas pelo Caindo no Brasil da publicação “Inscrições para o Prêmio Shell de Educação Científica estão abertas“, da reporter Paula Calçade para a Nova Escola. Leia a matéria original e na íntegra clicando no link.

Publicado em Deixe um comentário

Prêmio ABED de Pesquisa e Inovação em EAD 2018: submissão dos trabalhos vai até julho

Imagem de um homem sentado e apoiando um tablet na mesa, lendo um texto. Ao lado há uma xícara de café

Imagem de um homem sentado e apoiando um tablet na mesa, lendo um texto. Ao lado há uma xícara de café
(Pixabay)

A educação aberta, flexível e a distância está se desenvolvendo cada vez mais no Brasil. Pensando nisso, o Prêmio ABED de Pesquisa e Inovação em Educação a Distância 2018 busca incentivar o desenvolvimento dessas práticas inovadoras no país. Assim, eles identificam e valorizam ações positivas que possam servir como referência para outros profissionais ou instituições.

Podem concorrer ao prêmio pesquisadores, educadores, dirigentes organizacionais e instituições de ensino. O período para submissão dos trabalhos vai até o dia 10 de julho, e a divulgação será no dia 15 de agosto. O resultado será divulgado nesta página e em notícias no site ABED.

A premiação

A premiação acontecerá na cerimônia de abertura do 24° CIAED – Congresso Internacional ABED de Educação a Distância. O evento vai acontecer no dia 03 de Outubro, em Florianópolis/SC. A participação no Congresso é opcional e a ABED disponibilizará uma credencial para participação no evento.

Os primeiros colocados em cada categoria (Investigação Científica e Experiência Inovadora) receberão: um Notebook i3; um troféu ABED; um certificado para cada autor; uma credencial para participar do 24° CIAED e espaço na programação do Congresso, em sessão paralela, para apresentação do trabalho. Leia mais sobre as inscrições no site.

Publicado em Deixe um comentário

Prêmio Desafio 2030: Iniciativa destaca projetos escolares para o desenvolvimento sustentável

O prêmio “Desafio 2030 – Escolas transformando nosso mundo” tem como propósito reconhecer o trabalho desenvolvido nas instituições de Ensino Básico do país. Ele destaca projetos transformadores ligados aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Neste ano, as inscrições para a sua 2ª edição estão abertas até o dia 15 de junho, e é totalmente gratuita. 

Imagem com os Objetivos Prêmio 2030

Critérios de seleção

Os critérios de seleção dos projetos vencedores em cada categoria serão:

1. Contexto e relevância do projeto com a realidade escolar e com os 17 temas dos ODS;

2. Transformação da realidade escolar e do território;

3. Número de temas dos 17 ODS que o projeto abrange;

4. Quantidade de atores da comunidade escolar e fora dela, bem como parceiros de conteúdo e ação;

5. Protagonismo dos alunos no processo em parceria com seus professores.

A seleção dos projetos vencedores será realizada por profissionais das áreas de Educação, Meio Ambiente e Literatura. As escolas premiadas receberão um certificado e um troféu. Além do reconhecimento público em cerimônia de premiação pela sua contribuição junto aos temas dos 17 ODS na escola. Serão cinco projetos premiados, um para cada nível: Educação Infantil; Ensino Fundamental 1; Ensino Fundamental 2; Ensino Médio; EJA.

Veja o site do Reconectta e saiba mais sobre a inscrição, o cronograma, o regulamento e os vencedores da última edição.