Publicado em Deixe um comentário

Como trabalhar a lógica de um jeito mais divertido

Imagem com três dicas para trabalhar lógica com crianças

Imagem com três dicas para trabalhar lógica com crianças

Estimular o raciocínio lógico das crianças desde cedo é uma forma de desenvolver pensamentos estratégicos e dedutivos. Para que essa atividade se torne ainda mais envolvente, os jogos podem ser importantes aliados do professor.

Ao optar por trabalhar com games, o docente pode criar novos contextos de aprendizagem. Essa alternativa ainda pode trazer também uma série de benefícios em relação aos métodos de ensino tradicionais. Além de inserir os conteúdos do currículo de uma maneira mais prazerosa, os jogos ajudam a potencializar a aprendizagem por meio de situações reais e estimulam a capacidade de resolver problemas.

Para motivar os pequenos a trabalhar em equipe em torno de um objetivo comum, a Nova Escola selecionou alguns games que podem ajudá-los a desenvolver o raciocínio lógico. Confira abaixo:

Decoração de festas

Neste game, as crianças precisam organizar a decoração de uma festa de um modo padronizado. Ao fazer isso, elas experimentam o uso de modelos para reconhecer e definir padrões seguindo diferentes estratégias.

Faça-se a luz

Para eliminar a escuridão, os pequenos precisarão usar o raciocínio lógico para ligar as lâmpadas que estão conectadas entre si.

Festa à fantasia

O objetivo do jogo é que a turma resolve uma sequência de enigmas de lógica para vestir os monstros para uma festa à fantasia. Para isso, eles precisarão seguir diversas instruções, como “os óculos devem ser decorados com pelo menos dois itens” ou “os óculos podem ser decorados com uma estrela somente se forem verdes”.

Linha de pensamento

O jogo desafia as crianças a seguir um padrão para adicionar vagões a um trem. Nesta atividade, elas aprendem a reconhecer padrões e pensar em diferentes estratégicas para construir o trem.

Enigma de palavras

Neste game de raciocínio lógico, os pequenos precisam estimular o pensamento para acumular estrelas e desenvolver uma série de enigmas.

Matéria publicada pela Nova Escola.

Publicado em 1 comentário

Parceria da Nova Escola permite ao professor criar jogos educativos

Professores que criam jogos educativos personalizados para seus alunos sem precisar saber nada de programação ou design. É isso que a plataforma de criação de games educacionais Seppo permite fazer.

Elaborada por professores finlandeses, a Seppo está presente em 20 países e chega ao Brasil por meio de uma parceria exclusiva com a NOVA ESCOLA. O acesso está disponível gratuitamente para os professores cadastrados no site até fim de março de 2018.

Plataforma pode apoiar diversas disciplinas

A Seppo combina gamificação, aprendizagem social, narração digital e movimento físico. Ela pode ser usada em todas as disciplinas e etapas e acessada em computadores, tablets e celulares.  Ao entrar na plataforma, qualquer professor pode criar um jogo a partir do zero ou usando materiais de uma vasta biblioteca de conteúdo.

Áudios, vídeos, fotos e textos estão entre os formatos disponíveis para elaborar exercícios e tarefas para serem desenvolvidos dentro da sala de aula ou ao ar livre, individualmente ou em grupos de alunos. É possível também usar jogos prontos criados por outros professores. Veja como funciona no vídeo abaixo: