Segundo encontro do Fronteiras Educação sobre “Justiça, tolerância e igualdade” acontece em São Paulo

Foto com filtro azul do rosto de uma jovem, com uma mão apoiada no rosto. Há o texto "Fronteiras Educação" e "Pensar nos aproxima".
(Reprodução/Facebook)

“Justiça, tolerância e igualdade” é o tema do segundo encontro do Fronteiras Educação. A ideia do projeto, que existe há nove anos em Porto Alegre, é ser um espaço de diálogo com os alunos e professores. No encontro, eles falam sobre alguns temas-chave para a compreensão dos tempos atuais. Serão abordados ensinamentos de pensadores como Sócrates, Aristóteles, Platão e Tomás de Aquino. Além disso, haverá conceitos como tolerância e igualdade entre os cidadãos, envolvendo ideias de pensadores como Ai Weiwei, Edgar Morin, John Gray e Zygmunt Bauman.

Fronteiras do Pensamento e Fronteiras Educação

O evento é parte do Fronteiras do Pensamento, um projeto cultural múltiplo. Essa iniciativa realiza conferências que servem como plataforma para a criação de diversos conteúdos. Eles são direcionados para todos os públicos e  são desenvolvidos em diferentes formatos. Nesta edição, a ação educacional tem o patrocínio da Braskem e a parceria institucional da Unibes Cultural, palco do evento.

Em São Paulo, serão realizados 4 grandes encontros para alunos do ensino médio. Os eventos serão apresentados pela jornalista Adriana Couto, com linguagem e recursos apropriados à idade e à visão de mundo do público.  A duração é de uma hora e meia e o encontro vai contar com professores especialistas. A estreia aconteceu em junho e o primeiro evento falou sobre  O meio ambiente e as melhores práticas. Além dessa iniciativa, eles contam com materiais didáticos que trabalham as pautas propostas.

O evento será no dia 12 de setembro, na Unibes Cultural, em São Paulo, das 10h30 às 12h. Para mais informações, contate educacao@fronteiras.com e 4020.2050. As vagas são limitadas.

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *