O projeto Área 21 desenvolve competências socioemocionais com jovens do ensino médio em situação de alta vulnerabilidade social. No entanto, nunca imaginou ganhar um prêmio internacional da Fast Company. A iniciativa trabalha a partir de metodologias de aprendizagem inovadoras baseadas em cultura maker, projetos, gamificação e design thinking.

A equipe se surpreendeu ao receber a notícia que a proposta desenvolvida na periferia de SP recebeu menção honrosa. Ao todo, mais de duas mil organizações se inscreveram para o World Changing Ideas 2019. Ao todo, foram 17 categorias com temáticas que abordavam tecnologia, criatividade e temas sociais. O prêmio da Fast Company contou com 17 vencedores, mais de 200 finalistas e cerca de 300 menções honrosas.

Fast Company homenageou projeto que trabalha com educação maker

O Instituto Tellus, com o projeto, foi a única instituição brasileira a receber uma menção honrosa na categoria Educação. Inaugurada em 2017, a Área21 incentiva os estudantes a propor soluções criativas para desafios reais trazidos pelos educadores do projeto. Para a resolução desses desafios, o laboratório maker oferece diversas ferramentas. Os jovens têm à disposição equipamentos de realidade virtual e aumentada, impressoras 3D, fresadora a laser, chroma key, entre outros.

Da periferia de SP para o prêmio da Fast Company em NY

Ao todo, em seus 2 anos de atuação, no Instituto Ana Rosa e no Centro Educacional Assistencial Profissionalizante (CEAP), ambos localizados em São Paulo, a Área 21 já impactou cerca de 1000 jovens. Para Lyna Malheiros, líder da Área 21, a menção honrosa é um importante reconhecimento da atuação do projeto em comunidades que têm em seu núcleo o desejo de mudar o mundo, mas que normalmente não têm as oportunidades para fazê-lo.

Área21 desenvolve competências socioemocionais com jovens da periferia de SP

“Os jovens dessas comunidades não são frequentemente incentivados a refletir sobre seu processo de aprendizagem. Eles também não têm a visão clara sobre sua capacidade de transformação na sociedade. O projeto Área21 traz para eles a oportunidade de desenvolver diversas competências. Isso fortalece autoestima e criatividade. Eles precisam disso para lidar com os desafios que o mundo do trabalho, a comunidade e a sociedade trazem. Esta conquista é bastante significativa para todos e, principalmente, para estes jovens”, comemora.