Ivys Urquiza ensina como ser um professor youtuber no Festival Path

Em uma noite de domingo, uma atendente do drive-thru do McDonald`s se deparou com uma criança de oito anos no banco do motorista do carro pedindo um x-burger. Ela logo estranhou que o garoto estava sozinho e ligou para a polícia. Descobriram, mais tarde, que os pais do garoto estavam dormindo em casa e ele realmente queria um x-burger. Por isso, abriu o Youtube e assistiu um vídeo que o ensinou a dirigir o carro de seu pai para buscar seu jantar. A garçonete disse que ele dirigia muito bem e respeitou todas as regras de trânsito.

O aprendizado rápido, pelos vídeos no Youtube, está cada vez mais em voga. Essa é uma das grandes tendências para 2018 citadas no livro Non obvius: how to predict trens and win the future, de Rohit Bhargava (de onde tiramos a história dodrive-thru). Levando isso em conta, o Festival Path convidou o professor Ivys Urquiza, um dos principais youtubers de educação do Brasil, para a realização de uma oficina sobre o tema.

Ivys Urquiza posa para câmera durante uma de suas videoaulas
(Foto: Divulgação)

Ivys é engenheiro por formação e professor por paixão. Entusiasta da tecnologia. Defende que o lúdico e o científico podem (e devem) andar juntos em harmonia. É GCI (Google Certified Innovator) e Embaixador do YouTube educação no Brasil. Comanda o projeto Física Total e, entre um e outro compromisso profissional adora brincar com seu amado cão, Iuga.

“Acredito que a principal vantagem das videoaulas para o estudante é a autonomia. Ele decide o melhor horário para assistir a aula. Fazendo isso, potencializa sua interação com o conteúdo”, ele explica. Outro aspecto muito relevante é a diversidade de material disponível. O acervo de videoaulas permite que o(a) estudante assista a um(a) professor(a) que use uma linguagem mais inteligível.

Ivys sempre teve a tecnologia como parte do seu cotidiano e ele resolveu usar essa possibilidade como ferramenta de trabalho. “Minha inserção nas redes e mídias sociais se deu quando percebi que lá era o novo habitat de meus/minhas estudantes. Refletindo compreendi que tentar tirá-los de lá seria um trabalho fadado ao fracasso. Era melhor seria me posicionar onde eles naturalmente estariam”, conta.

O que Ivys aprendeu dando videoaulas

“Impactar centenas de milhares de estudantes me fez tomar consciência do quanto é preciso estar em constante evolução. Como aprender novas habilidades tem que ser uma prática diária. Quão maior é conjunto de coisas que você descobre não conhecer a cada nova coisa descoberta feita”, reforça o professor. Ele também apontou que dar aulas online fez ele se tornar mais humilde. Sair da “bolha” que estava inserido garantiu uma visão mais ampla do seu trabalho.

Ivys fará uma oficina no Festival Path

A oficina Como fazer vídeoaulas no Youtube acontecerá no dia 20/5, durante o Festival Path. O encontro será um bate-papo leve sobre suas experiências e impressões ao longo dessa caminhada. Além disso, contará com um momento mão na massa. “Acredito que isso vai possibilitar que cada participante esteja instrumentalizado para tirar seus projetos digitais do mundo das idéias e trazê-los para o mundo das coisas”, explica o professor.

A ideia é que os participantes se sintam provocados a refletir sobre suas práticas docentes atuais e acerca do conjunto de possibilidades que se apresentam no mundo de produção de conteúdo audiovisual educacional. Além, claro, de preparados para os primeiros passos na nova jornada como Edutuber

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *