Como as escolas podem preparar os jovens para as profissões do futuro?

Como as escolas podem preparar os jovens para as profissões do futuro?
(Reprodução)

Com o passar do tempo, profissões são criadas e outras extintas. E essa mudança é normal, principalmente por causa da tecnologia. Foi pensando nisso que o relatório “21 More Jobs of the Future”, produzido pelo Center for the Future of Work (Centro para o Futuro do Trabalho), lista 21 apostas no mercado da próxima década.

LEIA MAIS: Webinário gratuito “Protagonismo estudantil por uma nova educação”

O estudo cita profissões como Engenheiro de Reciclagem de Dados, Designer de Personalidade de Robôs e Designer de Arenas para E-sports. E muitas dessas atividades envolvem temas como pensamento computacional, inteligência artificial e resolução de problemas.

E na sala de aula?

Por isso, desenvolver essas habilidades nos jovens durante o seu desenvolvimento é uma maneira de prepará-los para algumas dessas oportunidades. A Mind Makers é uma editora educacional que oferece disciplinas como Pensamento Computacional e Empreendedorismo Criativo para escolas brasileiras.

OLHA SÓ: Dia sem pressa: evento propõe pausa em meio aos caos de SP

As aulas desenvolvem habilidades como criatividade, interação, gerenciamento de recursos, resiliência e autocontrole. No caso do Pensamento Computacional, o aprendizado engloba conhecimentos de algoritmo, abstração, decomposição de problemas e identificação de padrões.

Já com aulas de Empreendedorismo Criativo, oferecidas para estudantes do Ensino Médio, os alunos aprendem técnicas de gerenciamento de problemas e de ideias. Dentro da disciplina, o empreendedorismo é entendido como uma habilidade a ser aprimorada e não apenas a capacidade de abrir uma empresa. Nela, os participantes são estimulados a pensar em soluções criativas que impactam diretamente a comunidade escolar.

João Lacerda, diretor da Mind Makers, defende que o papel das escolas é investir nesses novos meios e formatos de educar com o objetivo de aperfeiçoar seus alunos. Os jovens aprendem hoje para, no futuro, desempenharem funções que muitas vezes ainda não foram inventadas. Por isso, é importante prepará-los, tornando-os aptos a se desenvolverem e se adaptarem para novos mercados de trabalho. Quer saber mais sobre o trabalho da Mink Makers? Clica aqui para ficar por dentro!

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *