Publicação “Desemparedamento da Infância” aborda territórios educativos e natureza

Imagem de divulgação do evento de lançamento da publicação Desemparedamento da Infância, com a capa do livro e as informações do evento, e ao fundo a imagem de um bosque

Estudos recentes apontam que ambientes ricos em natureza ajudam na promoção da saúde física e mental. Além disso, eles ajudam no desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais, motoras e emocionais das crianças. Sejam escolas com pátios, áreas verdes, praças, parques ou espaços livres para brincar, esse contato é essencial para a aprendizagem. Este foi o ponto de partida para que o programa Criança e Natureza, do Instituto Alana, desenvolvesse a publicação ‘Desemparedamento da Infância: a Escola como Lugar de Encontro com a Natureza’. Ela será lançada dia 7 de maio, às 14h, no Espaço Itaú Cultural, em São Paulo.

Territórios educativos

Já existem muitas experiências de escolas onde as crianças aproveitam territórios educativos como ambientes de aprendizado e brincar livre. Esses exemplos são apresentados na publicação e colocam às escolas uma reflexão importante sobre como contribuir para mudar a atual realidade e desemparedar a infância. No lançamento haverá uma roda de conversa com a participação de Rita Jaqueline Morais. Ela é uma das autoras da publicação e educadora da cidade de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul. Além disso, haverá representantes do Alana e também da Undime.

A obra sistematiza caminhos do processo de ressignificação dos espaços escolares como lugares potenciais para o encontro da criança com a natureza e como essa conexão pode favorecer seu desenvolvimento e aprendizado. Veja mais informações sobre no evento no Facebook.

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *