Inscrições para o programa de ensino de Iniciação Científica “Decola Beta Professores”

O Cientista Beta é uma iniciativa que quer aproximar os jovens da ciência. Com o apoio do Instituto Serrapilheira, eles criaram o Decola Beta Professores. Esse programa foi criado para apoiar professores na orientação e desenvolvimento de projetos científicos com alunos de escolas de ensino fundamental, médio e técnico.

LEIA MAIS: Conferência “HUB 19: conexões para a educação do futuro” aborda inovações no ensino

Podem participar professores do ensino básico e superior, estudantes de licenciatura e de pós-graduação e também funcionários de Secretarias de Educação. O importante é ter interesse em orientar projetos científicos de alunos de escolas dos ensinos fundamental, médio e técnico das redes pública ou privada. Não é necessário ter experiência prévia com orientação de projetos científicos.

Como funciona o Decola Beta Professores

O programa tem duração de 6 meses e é composto por uma formação presencial de 2 dias. Além disso, existe um acompanhamento na plataforma durante os meses seguintes.

Imagem explicativa sobre o programa Decola Beta Professores, com informações sobre os encontros e um fundo na cor roxa.

Após a formação presencial, ao longo de 6 meses os professores passarão por 5 etapas que compõem o Programa:

  1. Preparar: preparar a estrutura para a orientação de projetos; comunicação com alunos, outros professores e escola; criação do Clube de Ciências da escola; definição do tema da pesquisa junto com os alunos.
  2. Apontar: orientação para que os jovens cientistas se apropriem do tema da pesquisa; construção e etapas do Plano de Pesquisa; elaboração do Diário de Bordo; ferramentas para busca bibliográfica.
  3. Experimentar: exemplos de experimentos e atividades práticas possíveis; comitê de ética e segurança no processo; trabalho em equipe; envolvimento do jovem com a pesquisa.
  4. Documentar: condução da análise de dados; discussão; correlação com bibliografia; elaboração do Relatório de Pesquisa.
  5. Divulgar: divulgação Científica no cotidiano; comunicação para diferentes públicos; atividades do Clube de Ciências.

VEJA MAIS: Ferramenta gratuita aborda competências digitais para professores

As cidades escolhidas para as formações presenciais são:

  • Porto Alegre – na Tecnopuc – 3 e 4/05
  • Campo Grande – na UFMS – 18 e 19/05
  • Manaus – no FabLab Manaus – 25 e 26/05
  • Fortaleza – na CENTEC – 8 e 9/06
  • Brasília – no Espaço MeViro – 15 e 16/06
  • Campinas – no COTUCA – 29 e 30/06
  • Rio de Janeiro – no iHUB do Parque Tecnológico da UFRJ – 6 e 7/07

As formações acontecem em finais de semana, das 9h às 18h30. O investimento é de R$ 100,00 a R$ 200,00. O valor inclui os 6 meses do programa e só é possível pelo apoio do Instituto Serrapilheira, que é um dos principais mantenedores do Decola Beta Professores. Saiba mais informações sobre o programa no site do Cientista Beta.

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *