Como trabalhar a lógica de um jeito mais divertido

Imagem com três dicas para trabalhar lógica com crianças

Estimular o raciocínio lógico das crianças desde cedo é uma forma de desenvolver pensamentos estratégicos e dedutivos. Para que essa atividade se torne ainda mais envolvente, os jogos podem ser importantes aliados do professor.

Ao optar por trabalhar com games, o docente pode criar novos contextos de aprendizagem. Essa alternativa ainda pode trazer também uma série de benefícios em relação aos métodos de ensino tradicionais. Além de inserir os conteúdos do currículo de uma maneira mais prazerosa, os jogos ajudam a potencializar a aprendizagem por meio de situações reais e estimulam a capacidade de resolver problemas.

Para motivar os pequenos a trabalhar em equipe em torno de um objetivo comum, a Nova Escola selecionou alguns games que podem ajudá-los a desenvolver o raciocínio lógico. Confira abaixo:

Decoração de festas

Neste game, as crianças precisam organizar a decoração de uma festa de um modo padronizado. Ao fazer isso, elas experimentam o uso de modelos para reconhecer e definir padrões seguindo diferentes estratégias.

Faça-se a luz

Para eliminar a escuridão, os pequenos precisarão usar o raciocínio lógico para ligar as lâmpadas que estão conectadas entre si.

Festa à fantasia

O objetivo do jogo é que a turma resolve uma sequência de enigmas de lógica para vestir os monstros para uma festa à fantasia. Para isso, eles precisarão seguir diversas instruções, como “os óculos devem ser decorados com pelo menos dois itens” ou “os óculos podem ser decorados com uma estrela somente se forem verdes”.

Linha de pensamento

O jogo desafia as crianças a seguir um padrão para adicionar vagões a um trem. Nesta atividade, elas aprendem a reconhecer padrões e pensar em diferentes estratégicas para construir o trem.

Enigma de palavras

Neste game de raciocínio lógico, os pequenos precisam estimular o pensamento para acumular estrelas e desenvolver uma série de enigmas.

Matéria publicada pela Nova Escola.

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *