Era da informação. O seu aluno chega na sala de aula com o celular na mão e comenta sobre o mais novo vídeo de um canal no YouTube. As aulas agora são mais interativas e os estudantes falam sobre os conteúdos que encontram pela internet. No meio das conversas, você percebe que um aluno confundiu um texto de opinião com uma reportagem. Outro estudante aparece com uma notícia falsa e você se preocupa com as chamadas fake news. Você entende que é hora de debater educação midiática. Mas como planejar uma aula sobre esse tema? Como trabalhar a análise crítica das notícias com crianças e adolescentes? Foi para responder a essas perguntas que a Agência Mural de Jornalismo das Periferias decidiu lançar o curso “Educação Midiática em sala de aula”.

educacao-midiatica

No dia 27 de abril, às 9 horas, a Agência Mural vai abrir as portas de sua sede para receber professores interessados em trabalhar a educação midiática nas escolas. Na formação, a equipe de jornalistas da agência falará sobre mídia, parcialidade e território da notícia. E, é claro, sobre como associar esses conteúdos às disciplinas do Ensino Fundamental e Médio.

Ficou curioso? Para participar, é só se preencher o formulário abaixo e efetuar o pagamento da taxa. A inscrição sai por 20 reais e o dinheiro será usado para bancar os custos com alimentação e com o material no dia da formação.

Agência Mural de Jornalismo das Periferias é uma organização sem fins lucrativos que como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.