Academia de Inovação do Google abre turma de educadores inovadores

Imagem de divulgação da Academia de Inovação do Google.
Academia de Inovação do Google 2019 (Divulgação)

O Certified Innovator Program é uma iniciativa do Google que certifica educadores em diferentes países. Agora, eles estão com uma chamada pública aberta em 2019 no Brasil. O programa está com inscrições abertas até setembro e vai selecionar 36 educadores inovadores para participar da Academia de Inovação em dezembro, na sede do Google em São Paulo.

LEIA MAIS: 7º Prêmio RBS de Educação no Rio Grande do Sul

O foco é em professores que já desenham suas práticas pedagógicas com auxílio das tecnologias. As certificações oferecidas pelo Google são obtidas através de exames online ou chamadas públicas. Para ajudar os interessados, eles oferecem um centro de treinamento online, o Google Teacher Center. Lá, é possível se preparar para cada umas das certificações a partir de trilhas de aprendizagem online desenhadas por educadores e para educadores de todo o mundo.

Através do Teacher Center é possível ter acesso a quatro tipos de certificação: Educador Nível 1, Educador Nível 2, Instrutor Certificado e Inovador Certificado. As duas primeiras avaliam seu domínio sobre ferramentas digitais e o que você consegue produzir a partir dessas ferramentas. A certificação de Instrutor atesta a capacidade de auxiliar outros professores na aplicação de tecnologias. Todas elas são obtidas através de exame online com duração de 180 minutos, sem intervalo.

E a Academia de Inovação do Google?

Fotografia de aproximadamente 50 pessoas reunidas e sorrindo na Academia de Inovação do Google.
Academia Innovator BRZ17. Foto: Márcio Motta

A certificação de Inovador, globalmente conhecida como Google Innovator, é um pouco diferente. Não se trata de prova, e sim uma seleção pública que vai escolher pessoas com atuação inovadora na educação, comprovada pelos critérios definidos pelo Google, e um desafio a ser desenvolvido ao longo de um ano. Os selecionados participam da Academia de Inovação, em São Paulo, onde dão os primeiros passos para que o desafio submetido se transforme num projeto de inovação para a educação brasileira. O projeto será mentorado e acompanhado durante toda sua execução.

VEJA TAMBÉM: Design Thinking e vida real: como aplicar a metodologia na sala de aula

Muitos projetos já nasceram nessa iniciativa, como o HoaxBusters e o MidiaMakers, com foco em produção e análise de mídia. Há também iniciativas de formação de professores como o podcast EdueDaiAmplifica e o ProfLab. Além de iniciativas de empoderamento dos estudantes como o projeto Teacher for a Day. Todos os projetos da turma de 2017 podem ser consultados através do link: http://bit.ly/showcasegoogleinnovatorsbrz17 

A última vez que a Academia Innovator esteve no Brasil foi em 2017 quando formou a segunda turma de Innovators com 36 selecionados. A primeira turma de Innovators aconteceu em 2014 e certificou 54 educadores de todas as regiões do país. Em 2019 já aconteceram academias de inovação nas cidades de Sydney e  Londres. Além São Paulo estão programadas academias em Tóquio, Cingapura, Nova York e Estocolmo.

Todas as certificações para educadores do Google são internacionais e os educadores certificados passam a integrar uma comunidade prática ativa composta por profissionais de todo o mundo, além de fazer parte do diretório Google for Education.

A chamada pública da seleção para a Academia Innovator está aberta no link www.certifiedinnovators.com.

Deixe sua opinião

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *